08/02/2007

Cena(s) (sur)real(ais) 2

.

Mais uma vez os pés teimaram em manter-se presos ao chão de um gabinete onde, por entre papéis, telefonemas, decisões, risos, desabafos, partilhas e lágrimas até, me mantive ancorada à realidade que se impõe, fatalmente, no quotidiano «do lado de fora da janela».


- Ontem um miúdo magoou-se durante a prova!
- Foi grave?!
- Foi, fez um golpe que deixou o osso à mostra... lá lhe prestei os primeiros socorros enquanto aguardávamos a ambulância que, claro, teve alguma dificuldade a chegar ao sítio onde estávamos no meio do monte...

Contou-me, visivelmente abatido, mas convicto de ter tomado a atitude certa em todos os momentos.
No centro de saúde não havia material para sutura interna: costumamos ter, mas hoje por acaso não temos.
Reencaminhado para o hospital juntamente com uma carta elucidativa do problema, aguardou nova triagem, um cartão de certa cor que o rotulava de mais ou menos urgente... e passadas quatro horas de se ter ferido(!!!), foi assistido.
Valeu-lhe a companhia reconfortante do professor e a valentia que se pode ter com 10 anos.

7 comentários:

-pirata-vermelho- disse...

Antigamente! o farmacêutico tinha cozido o puto. Ou eu...
Agora! há formulários e associações de pais - o puto esperou 4 horas e o prof perdeu outras 4; essas mesmas.

Como é bom ser português; civilizado e liberalizado, desenvolvimentista e tecnicista... inovado!

-pirata-vermelho- disse...

VIVA PORTUGAL !

Irene disse...

a pirata
ainda hoje a minha mãe, orgulhosa dos seus talentos empíricos de cirurgiã e porque o inconformismo perante a morte sempre a dominou, conta que salvou uma galinha, operando-a com o que tinha à mão e destaca: e ficou boa!!!
salvo as respectivas diferenças, a vontade humana quando accionada, pode fazer milagres!
pena que burocracias tão toscas impeçam os profissionais da saúde de exercer cabalmente a sua missão.
Mas como diz: VIVA PORTUGAL!

jg disse...

Este tipo de casos tem os dias contados.
Com a política do Min. da Saúde de fechar umas dezenas de serviços de Urgência, cortar no pessoal-que todos sabemos ser muito, a avaliar pelo tempo de espera para ser atendido-e pelo reforço significativo de verba do O.E. o nosso sistema de saúde irá ser, certamente, o modelo europeu a seguir!!!

Isabel-F. disse...

....
o eterno problema dos nossos hospitais ...
onde iremos parar??? ... quando é que haverá gente com coragem para mudar o estado a que chegámos???

Vim conhecer-te ... e gostei muito do que aqui encontrei ... voltarei certamente ...

Obrigada pela tua visita lá ao meu sítio e palavras deixadas ... espero ver-te por lá mais vezes ... volta sempre ... tens a porta aberta.

bom fim de semana
beijinhos

Jesus da Terra disse...

boa tarde,
é a saúde que temos... risos... mas não tem piada nenhuma.
Bom fim de semana

Mestrinho disse...

de facto é de lamentar que o sistema de saúde tenha caido nesse tipo de politicas internas, com um roll de burocracias que não ajudam em nada. Bem ajas como acompanhante, pois nesses momentos sei verdadeiramente a importância de uma palavras amiga e uma companhia.

Cmps. Bom fim de semana