12/02/2007

lua cheia





apetites vorazes de tesouros dourados de pratas e de ouros

dormem em canções de intervenção e de cio

latejando nas ondas curtas e longas de saudades de vidas

latidos e miares purgam fantasmas medievais de sentidos impensáveis

ama e só?




1 comentário:

adesenhar disse...

gosto destas palavras em tons de lua cheia

:-)