17/11/2008

Pérola(s)

Foto: Barbara Angel http://olhares.aeiou.pt/

um corpo estranho

invade o ser que sou

sem o ser

as pérolas deslizam
.
como grãos de areia
.
pela extensa silhueta
.
em reflexos azuis e sem cor
.
sem sabor
.
pérolas que caem
.
como gotas de água
.
pela face pálida e serena
.
sem contornos
Irene Ermida



5 comentários:

jg disse...

Regresso demorado, Irene!!!!

Paulo Cunha Porto disse...

Lembrou-me o Man Ray, Querida Irene.
Beijinho

Irene disse...

jg
foi demorado e ainda é intermitentemas parar para pensar é fundamental.
Obrigada por teres passado por cá


paulo
não tinha pensado nisso, mas haverá qualquer toque sensual semelhante (estás a falar da foto, não é?)

osbandalhos disse...

"Face pálida e serena, sem contornos".
Sempre se poupa em coméstica...
Uma pérola, tranquila, aonde se mencionam pérolas. Muito bom (na pessoal opinião :)

Ricky Bar disse...

Teu Corpo Dança
Com música ritmada e lenta
Teu corpo generoso dança,
Curvas insinuantes, pernas torneadas semi-abertas...
Teu sutiã vermelho, formato meia taça,
Esconde e aperta os seios... E que seios!
Que acompanham o ritmo da nossa respiração.
A cintura fina, delineada, em formato violão,
Parecem apoios esculpidos pras minhas mãos!
Mãos claras deslizam pelo corpo
Apresentando tuas curvas, tamanha tentação...
Braços longos as levam pra brincar
Na pele macia feito seda, arrepiada de tesão!
Teus quadris largos e generosos não se encabulam
E em movimentos circulares, deslizam pelo salão,
Suportados por pernas longas, que sobre saltos
Tomam de assalto, taquicardia no coração...
Seu rosto emoldurado pelos negros cabelos
É a imagem da santidade e devassidão.
Teus lábios grossos, carnudos, se entreabrem
Num sorriso vermelho escuro, pintado em batom,
Que compartilha sua vontade de beijos e de paixão!
Dançam as coxas grossas no ritmo de seu ventre
Num abre e fecha harmonioso completando a sedução.
Me encara, olhos nos olhos, morde os lábios, provoca,
Convida-me pra que dentro dela encontre a inspiração!