23/07/2009

Mágoas

e a propósito de nada
a meio do calor da tarde
lanças o perfume reles
de uma natureza rude e incisiva
que esquece a dor do parto



e o cordão umbilical
que fez de ti mãe
dissolve-se na amargura
e na mágoa das palavras
contundentes e injustas



Irene Ermida



2 comentários:

ailéh disse...

Passo para te deixar um beijo com sabores do sul.

mhfg1 disse...

Constrói a tua vida de acordo com aquilo em que acreditas, os que gostam verdadeiramente de ti, adaptam-se. Um beijo.